Viagem internacional com crianças

Categorias Maternidade2 comentários
viajar com crianças

Brincadeiras para driblar as dificuldades das muitas horas numa viagem internacional com crianças.

Em meio às muitas coisas que eu temia no período em que nos preparávamos para nossa mudança, o viajar com os meninos por um longo tempo era um dos mais tensos pra mim. Sempre vi as pessoas pesquisarem o que é importante saber e fazer quando o assunto é viagem internacional com crianças e por isso um post específico sobre esse assunto.

Ficava pensando como iríamos entreter os meninos por um período tão longo, por questões financeiras, optamos em ir para Viracopos (aeroporto de Campinas) e de lá embarcar pra Lisboa, mas isso significava mais tempo viajando.

Nossos voos foram assim: as 12:30 horas voamos para Viracopos, pra isso chegamos em Confins as 10 horas da manhã. Embarcamos para Lisboa às 16:10 horas e às 17:05 horas voamos.

Os meus pensamentos sobre isso eram: como eu e Dani vamos “cansar” os meninos para que eles não deem trabalho no voo para Lisboa? Eu sabia que só o fato de estarmos em uma viagem já era motivo suficiente para cansá-los, mas eu temia que o stress deixasse os meninos nervosos e não dormindo, hahaha.

Foi então que optei por brincadeiras que exijam concentração, pois além de deixa-los focados por mais tempo não teria que ficar correndo atrás dos meninos no aeroporto ou até mesmo no avião. Deus me livre uma viagem internacional com crianças acordadas durante todo o período querendo ver tudo, rs.

Comprei massinhas, folhas de ofício e gizes de cera, livros, UNO e baixamos alguns jogos no Tablet (os jogos são novidades para o Danilo). Mas não foi apenas comprar coisas e levar o tablet, deixamos para que os meninos vissem todas essas coisas só na hora da viagem, pra que fossem as novidades do momento, sabe?

Enquanto ver os aviões na pista os empolgavam deixamos eles fazendo isso e a cada vez que eles pareciam impacientes eu tirava da mochila uma “surpresa”, haha. Assim que chegamos em Viracopos eu falei com o Danilo que tinha uma caixa novinha de massinhas na bolsa e ele foi logo se empolgando.

viajar com crianças

Encontrei um cantinho no aeroporto e nos sentamos no chão e começamos a fazer personagens: Danilo fez o Mário Bross (o novo ídolo do momento pra ele, hahaha) e eu fiz monstrinhos porque monstros sempre dão certo, não é?!

Fiquei refletindo que não adianta levar coisas para distrair os meninos com a ideia de que você dá a eles a novidade e fica online com as amigas. Se você senta no chão junto e mostra o quanto é legal brincar de massinha, automaticamente as crianças se envolvem e tudo flui.

Acabamos não desenhando e jogando UNO, o tablet foi muito útil quase na hora de embarcar no voo para Lisboa e ao chegar no avião a Peppa e Patrulha Canina (Patrulha Pata em Portugal) também foram (eles assistiram na TV do próprio avião).

viajar com crianças
(1) área infantil do aeroporto de Confins/ (2) Henrique no primeiro voo assistindo Peppa/ (3) Nossas obras de arte/ (4) Brincando de massinha no aeroporto de Viracopos.

O jantar foi servido e em seguida demos uma dose menor que o normal de Dramin para eles (indicado pelo pediatra dos meninos – um pedido meu) e menos de 30 minutos depois os meninos estavam dormindo.

Levantamos os braços das poltronas que nos separavam deles (estávamos em 4 poltronas centrais), Danilo deitou a cabeça no meu colo e Henrique no Dani… Pela falta de posição eu não consegui dormi, assisti três filmes: Gifted , Beleza Oculta e Spotlight – Segredos Revelados e depois joguei aquele joguinho de pedras preciosas que você precisa enfileirar (eu esqueci o nome, rs) porque minha orelha estava doendo por estar a tanto tempo com fones de ouvidos.

Como já imaginava, viagem internacional com criança cansa, mas foi um pouco mais fácil do que eu previa pelo fato deles terem dormido praticamente o voo todo.

Pela manhã, quase chegando em Lisboa (ainda madrugada no Brasil), acordamos os meninos uns 30 minutos antes de pousar pra que eles comecem. Demorou até que eles despertassem, mas no final deu certo.

Na imigração tivemos prioridade por estar com crianças e não gastamos 15 minutos para sermos atendidos e apresentar os passaportes. Graças a Deus, tudo certo e então fomos encontrar nossos amigos que estavam a nossa espera.

Recomeçar a vida não é fácil, mas não estar sozinha é fundamental para que tudo seja mais leve. Se o Dani não fosse um pai presente e participativo eu acho que esse relato seria completamente diferente (nem sei se encararia essa mudança).

Para as amigas mães que queriam tanto saber sobre como entreter os filhos quando o assunto é viagem internacional com crianças, meu conselho maior é: se envolva nas brincadeiras e passatempos que você levar para eles e tudo vai fluir da melhor maneira.

QUER RECEBER UM RESUMO DA SEMANA GRATUITAMENTE POR E-MAIL?! CLIQUE AQUI!

Mãe, esposa, cineasta, curiosa e apaixonada pela beleza das coisas.


2 ideias sobre “Viagem internacional com crianças

  1. Oi
    Sou eu Adriana sua prima!
    Adorei seu relato da viagem !
    Que Deus abençoe sua nova vida!
    Vcs merecem ser muito felizes!
    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *