Consultoria de sono infantil, uma necessidade que virou profissão

Debora Coghi narra como a consultoria de sono mudou sua vida e família após a maternidade e virou sua profissão.

A maternidade muda mesmo o rumo da vida de uma mulher e a entrevista que eu tenho para compartilhar hoje é daquelas que divide a vida entre: antes e depois de ser mãe. Debora Coghi tem 34 anos, é companheira de vida do Xavier e mãe do Davi de 3 anos e 8 meses. E ao saber da sua história posso dizer que a consultoria de sono lhe escolheu, rs.

Foi ela a grande responsável por trazer equilíbrio pra minha família após a chegada do Henrique e com certeza regulou muita coisa em centenas de outras casas também. Contratei a Debora como consultora de sono quando o nosso caçula ainda tinha 9 meses porque ele simplesmente não sabia dormir. E após os ensinamentos da De, muita determinação e empenho de toda família, nosso filhote passou a ser um bebê sorridente, afinal, quando acordado ele não precisava mais chorar, tinha dormido o suficiente.

Vamos a entrevista onde a Debora nos conta como a consultoria de sono se tornou sua profissão:

consultora de sono Belo Horizonte

Qual era o seu trabalho antes de ser mãe? Como era sua rotina diária?

Eu trabalhava com produção executiva e artística de eventos e projetos culturais. Estudei Artes Plásticas. Viajava a trabalho e muitas vezes não tinha uma rotina. Convivia sempre com artistas e em ambientes noturnos… Uma vida que vez ou outra ainda sinto saudade! Era bem livre no sentido de horários, mas sempre muito carregada de responsabilidades no fazer acontecer dos projetos.

Por qual motivo você decidiu empreender? Como você viu o que faz hoje como um novo negócio?

Eu engravidei sem planejar. Usava um anticoncepcional de uso interno já há muitos anos e cuidava disso com muita atenção, afinal eu não desejava ser mãe. A descoberta da gestação aconteceu em torno das 13 semanas. Portanto, tive apenas seis meses para me preparar para o nascimento do meu bebê e de minha família, ainda dentro da ideia romantizada da maternidade.

Davi nasceu de 41 semanas – depois de um parto longo e difícil – e nossa adaptação foi muito complicada. Meu bebê não era nada parecido com o que eu imaginava de um recém nascido! (Risos) No quinto dia de vida meu filho já apresentava muitas dificuldades para adormecer durante o dia, e durante a noite mamava de duas em duas horas. Aos quatro meses, passou acordar de hora em hora e eu fui diagnosticada com uma profunda e severa depressão pós-parto.

A vida definitivamente havia mudado. Eu não poderia mais conciliar a vida antiga de produção com a nova rotina de ser mãe, ainda mais de uma criança que não dormia. A doença foi me comendo por dentro. Meu casamento estava por um triz. Diante desta situação, decidi contratar uma consultoria de sono, como uma encantadora de bebês que veio do Rio de Janeiro pra me ajudar. A partir daí, minha vida mudou. Meu filho passou a dormir sonecas longas durante o dia e cerca de 11 horas seguidas à noite. Enfim, eu podia voltar a respirar.

Durante as primeiras semanas, posso dizer que eu tirei o atraso do sono e do descanso. Não conseguia pensar em mais nada a não ser dormir! No tempo livre que me restava – eu havia pedido demissão do antigo trabalho – eu passei a devorar a literatura disponível relativa a sono e a desenvolvimento infantil.

consultora de sono Belo Horizonte

Participava de alguns grupos de mães de WhatsApp e a maior e mais recorrente queixa é relativa ao sono dos filhotes. Sempre que podia, colocava os ensinamentos que tive de minha consultora e dos livros que eu havia lido… E eu já havia lido MUITA coisa.

As mães me procuravam em privado para saber mais dicas e me dar feedback s muito positivos. Até que um dia, uma destas mães que eu ajudei se tornou dona da Clínica Mamare, onde eu trabalhei em parceria até o final de 2017. Depois de ajudá-la com a consultoria de sono do seu filho e de tantas outras amigas em comum que também são mães – voluntariamente e sem nem imaginar que isso pudesse ser uma forma de trabalho para mim – percebi que ajudar pessoas que estavam na mesma situação que eu, era de fato a minha redenção.

Foi questão de tempo para que eu recebesse um convite formal de trabalhar profissionalmente na área. Além de tudo que eu já havia lido, procurei a Lúcia (consultora maravilhosa que me ajudou) para me dar um curso voltado para profissionais e comecei a atuar no mercado de BH, em meados de janeiro de 2015.

No início, quando eu não tinha nome nem credibilidade, possuía poucas clientes em atendimento. Foi a partir de um trabalho de muito sucesso com uma cliente de um famoso grupo de mães no Facebook  que o meu negócio deslanchou. Recebi muitos contatos através da indicação desta mãe e até hoje os recebo, pois seu post me colocava como uma fada madrinha (risos)!

Passei a atender de três a quatro famílias por semana e a viver com agenda lotada. Desde então, meu trabalho se dá por indicação, tanto de ex-clientes como de pediatras, que acabaram me conhecendo através dos relatos de mães de pacientes que haviam trabalhado comigo. E assim sigo com meu lugar ao sol, conquistado principalmente pelo valor do trabalho em si.

consultora de sono Belo Horizonte

consultora de sono Belo Horizonte

Qual foi o processo que você percorreu para que tirasse a sua ideia do papel e se tornasse realidade? Foi tudo planejado ou acontecendo organicamente?

No meu caso, ambas as respostas. Da mesma maneira que tudo fluiu para eu trabalhar com a consultoria de sono infantil, precisei parar um momento e planejar a maneira como eu faria meus objetivos acontecerem, e depois de algum tempo, lapidar e ir aos poucos melhorando o trabalho e a cada dia o tornando mais profissional. Entender de fato, como funciona o negócio e se adequar é importantíssimo para o sucesso do seu empreendimento, independente da área de atuação.

Por ter mudado completamente de área, você deseja algum dia voltar a trabalhar no meio que atuava antes de ser mãe? Oferecer consultoria de sono infantil é algo que você deseja fazer pra sempre ou apenas pelo período que é mãe de uma criança?

Eu costumo dizer que antes de eu ser mãe, eu achava que tinha nascido para ser produtora. Fazia aquilo magistralmente.

Depois que me tornei mãe tive a oportunidade de compreender que na verdade, nasci para isso que eu faço hoje e que só me foi possível por causa da maternidade.

Ajudar outras mães e mulheres que padecem nos mesmos pontos que eu padeci e que a maioria de nós padece me faz ser capaz de me redimir de minha história – curando-me e libertando-me – além de me fazer sentir realmente que minha missão aqui esta sendo de fato percorrida. Tenho certeza do meu caminho!

Não penso em voltar a ser exclusivamente produtora, porém tenho alguns projetos que faria por paixão. Mas jamais deixarei de atender mães. Pode ser que o assunto mude, mas estarei sempre com elas!

consultora de sono Belo Horizonte

Qual sua rotina para conseguir conciliar seu trabalho e maternidade?

Davi frequenta a escola por meio período desde que tem um aninho. Quando ele completou 4 meses, aceitei que precisava de ajuda em casa, então contratei uma pessoa  – e tive muita sorte de encontrar uma maravilhosa – que fica o dia todo comigo. Então, como não preciso me preocupar com a casa e comida, e ele fica fora meio período do dia, tento conciliar meus dias de trabalho em casa com ficar com ele o máximo de tempo possível.

Sempre tento levar para passear em um parque ou combinar um lanche em casa com os amiguinhos dele. Trabalho fora 3 vezes por semana e aí não tem jeito, ficamos o dia todo longe. Mas faço questão de nestes dias quando chego em casa largar tudo e ficar bem juntinho até a hora de dormir. Brincamos, jantamos, tomamos banho, contamos histórias, canções e cama. <3

Muitas vezes trabalho aos sábados, mas domingos são o dia oficial da família. Ficamos sempre juntos o dia todo.

Deixe um conselho para as mulheres que estão em busca de reestruturar suas carreiras ou empreender pós maternidade.

Acho que um conselho para as mulheres mães mais importante que posso dar é que é importante aceitar que precisamos de ajuda. Portanto, peça! Se você pode contar com sua família, mãe, irmã, avó… Ótimo. Deixe o bebê um pouco e descanse.

Sem descanso a cabeça não funciona. Descansando as ideias fluem. Quando elas fluírem, faça um diagnóstico delas: o que você precisa para que elas aconteçam? Criar a estrutura é fundamental.

Comece de onde está! E se dedique, dê sempre o seu melhor. Não existe um bom trabalho não valorizado. Muitas vezes, a única coisa que precisamos fazer para atingir o sucesso é trabalhar bem!

Já pensou como será a sua empresa daqui 5 anos? 

Já pensei sim, mas não sou muito boa com planejamentos muito distantes. Tenho descoberto algumas coisas a respeito do meu trabalho, e sinto que meu caminho será dar cada vez mais palestras. Também já recebi convites para escrever um livro e um projeto de doutorado, então penso que o trabalho tende a ir para a produção de conteúdo mesmo. Porém, não pretendo abandonar a prática pois ela me realiza muito como pessoa.

consultora de sono Belo Horizonte

consultora de sono Belo Horizonte
Eu e algumas mães já atendidas pela Debora Coghi.

curso online

Debora é uma mãe, profissional e empreendedora que tem muito a nos ensinar, para continuar a aprender sobre consultoria de sono infantil e maternidade, indico segui-la pelas redes sociais. Seu site está em construção, mas você já pode acompanhá-la pelo Facebook e Instagram.

BAIXE GRÁTIS NOSSO E-BOOK “CONSTRUINDO UM TRABALHO COM AGENDA FLEXÍVEL” CLIQUE AQUI!

Compartilhe esse post

1 comentário em “Consultoria de sono infantil, uma necessidade que virou profissão”

  1. Sheila Neves Borges Martins

    Excelente!!! Parabéns Débora que Deus continue lhe abençoando nessa missao!!! Sensacional o seu trabalho!!! Sou privilegiada por ter tido sua consultoria!!! Bjim Sheila

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ebook gratuito

Nathália Machado.

o Conta Pra Elas é como um diário pra que compartilhe com você minhas descobertas, conquistas e dicas.

Últimas postagens